Tempo de leitura: 4 minutos

Não tenha mais dor de cabeca. Cuidamos de todo Juridiquês. Faça seu contrato de forma automatizada com nosso sistema do CONTRATO EXPRESS. Tenha seu contrato ATUALIZADO e REVISADO pelo nossos Advogados de forma RÁPIDA e SEGURA.

Apostar em um imóvel para alugar é uma excelente forma de diversificar seus investimentos e complementar sua renda. Porém, não se engane! Alugar um imóvel não é tão simples quanto parece. Muitas vezes a locação não é imediata e boa parte dos inquilinos não costuma zelar pelo imóvel com o mesmo cuidado que você teria. Para que o aluguel se transforme em uma opção rentável de investimento, o proprietário precisa estar atento a alguns passos essenciais, que vão desde a escolha do imóvel até o modelo de contrato de aluguel. Se você pensa em investir em um imóvel para alugar e quer ganhar dinheiro com isso, confira as dicas que separamos para você ter bons resultados financeiros!

1. Escolha um imóvel pequeno

Os imóveis de 1 ou 2 dormitórios atendem mais perfis de inquilinos e, por isso, possuem mais facilidade para serem alugados. Os chamados “imóveis compactos” ou quitinetes, que contam com ate 50 m² costumam ser um bom negócio tanto para adquirir como para alugar. Como o investimento é menor considerando um imóvel tradicional, e a procura grande, a retorno costuma ser bom.

Jovens no início de carreira, solteiros convictos, divorciados, viúvos, universitários, casais recém-formados são os que mais buscam esse tipo de imóvel. Por atingir tantos perfis, a taxa de vacância, ou seja, o tempo que o imóvel fica desocupado chega a atingir menos de um mês dependendo da localidade.

Para quem vai investir em grandes centros, a opção pelas quitinetes é ainda mais interessante visto que em cidades maiores a busca por esse tipo de imóvel é significativa.

2. Fique atento à localização

Outro ponto que influencia significativamente o aluguel de um imóvel é a sua localização. Por isso, se o seu objetivo é investir e ter um bom retorno, fique atento não apenas às qualidades do imóvel, mas também a sua localização.  Muitas vezes vale mais comprar um imóvel bem localizado do que um na planta, se o seu objetivo é a locação.

Verifique se próximo ao imóvel existem supermercados, padarias e farmácias. Acesso ao transporte público, proximidade à praças e áreas de lazer também são um diferencial.

3. Tenha um bom modelo de contrato de aluguel

O contrato é o principal documento que protege o proprietário. É nele que ficam dispostas todos os seus direitos e deveres, bem como os do inquilino. Um bom modelo de contrato de aluguel é aquele que prevê os piores cenários e propõe soluções, sem que o proprietário saia prejudicado. Multa no caso de atraso ou falta de pagamento do aluguel, descrição detalhada do imóvel para evitar que eventuais danos não sejam ressarcidos, especificação das obrigações legais do proprietário, descrição das obrigações do inquilino, entre outras questões devem estar presentes em um bom contrato para que, caso existam problemas, a solução do conflito já esteja prevista, facilitando para todas as partes envolvidas.

Você pode fazer seu contrato de aluguel gratuitamente usando este link.

4. Selecione bem seu inquilino

Evite alugar seu imóvel para qualquer pessoa, por mais que o imóvel esteja há tempos desocupado. Lembre-se: vale mais um bom inquilino, do que um imóvel locado.

Procure selecionar bem seu inquilino, verificando se possui condições de arcar com o aluguel e se irá cuidar bem do imóvel. Exija sempre a garantia, que pode ser na forma de fiança, seguro ou cheque caução. A própria aceitação da garantia já ajuda a selecionar o inquilino.

Hoje o alto preço do metro quadrado dos imóveis vem favorecendo a locação, já que poucas pessoas têm condições financeiras de arcar com um imóvel e muitas não querem se arriscar em um financiamento. Além disso, o aluguel possibilita uma mobilidade, que é bem interessante para determinados tipos de perfis, como solteiros e jovens no início da carreira. Mesmo com a crise, o aluguel ainda é uma opção bastante rentável se o proprietário tiver estratégia. Sabendo selecionar o imóvel, adotando um bom modelo de contrato de aluguel e buscando bons inquilinos o retorno é praticamente certo!

Você é proprietário e pensa em alugar seu imóvel? Quer diversificar seus investimentos e apostar na locação? Tem dúvidas sobre como um contrato pode auxiliá-lo? Então deixe suas dúvidas e comentários abaixo!

casas_monedas

Escrito por: Alexandre Rodrigues

Fazer o seu contrato é fácil e rápido, comece agora!

Tem alguma dúvida?

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado.