Tempo de leitura: minutos

Para quem deseja se aventurar no universo do empreendedorismo, contar com alguns conhecimentos é fundamental. Mais do que uma boa análise sobre o mercado o qual pretende atuar, o empreendedor precisa ter algumas noções básicas sobre gestão, vendas, direito, contabilidade e até marketing.

Além disso, para ter um desempenho estratégico e garantir um futuro próspero ao seu negócio, é fundamental que o empreendedor conheça a melhor maneira para formalizar a sua empresa, bem como, qual o regime tributário que onera menos o seu orçamento.

O Brasil é um dos países em que um alto número de empresas fecham as portas antes mesmo de completar dois anos de existência. As estatísticas comprovam que o empreendedor brasileiro se planeja muito pouco e desconhece informações relevantes para o desenvolvimento do seu negócio.

Para entender porque tantas empresas se preparam para fracassar e quais os riscos você não deve assumir para o seu negócio, confira as dicas abaixo!

Plano de negócios

Independentemente do setor em que a empresa irá atuar, investir em um Plano de Negócios é o primeiro passo a ser dado pelo empreendedor. Por meio deste documento é possível avaliar se o negócio conta com o mínimo de viabilidade, seja ela financeira ou operacional. Além disso, o Plano de Negócios auxilia o empreendedor a evitar pequenos deslizes que podem comprometer o crescimento da empresa e o futuro do negócio.

Através de um Plano de Negócios, o empreendedor já conta com uma expectativa sobre o capital inicial necessário, além de outras informações importantes a respeito de seu público alvo, fornecedores, despesas, entre outros dados.

Esse documento é considerado o ponto de partida e muitas empresas acabam fracassando por não passarem por essa etapa de ideação, que é fundamental para o planejamento e o futuro do negócio.

Planejamento financeiro

No início todo negócio conta com despesas e gastos que não serão cobertos pelo caixa da empresa. Obviamente, quando se está começando, a empresa não possui rentabilidade e lucro, logo, é preciso contar com um capital de giro e um planejamento estratégico para que a empresa possa sobreviver em sua etapa inicial.

Muitos empreendedores ignoram a importância de fazer um planejamento financeiro mínimo, além de controlar as despesas e as entradas no caixa da empresa. Isso faz com que muitas empresas acabem caminhando diretamente para o fracasso.

Desde o início é importante contar com um bom planejamento financeiro e um controle minucioso sobre todas as receitas e despesas. Também é fundamental que o patrimônio da empresa e o patrimônio dos sócios não se confundam, mesmo se tratando de uma empresa familiar.

Desde o início é importante estabelecer um pró-labore para os sócios, além de não misturar contas pessoais com contas da empresa para evitar esse tipo de problema.

Tipo de empresa e regime tributário

A legislação brasileira dispõe de diversos tipos de empresa com diferentes modelos societários. Cada um desses modelos traz responsabilidades diferentes para os sócios, o que pode se transformar em uma possibilidade mais ou menos atrativa para investidores. Além disso, cada empresa está relacionada a um regime tributário específico.

Antes de formalizar seu negócio, o ideal é consultar um especialista que ajude você a decidir pelo melhor desenho societário considerando as expectativas que você possui com relação ao seu negócio. Caso contrário, seu negócio pode acabar fracassando por este pequeno detalhe.

Algumas empresas, por exemplo, contam com uma carga tributária menor, por conta do regime do Simples Nacional. Outras, são modelos mais interessantes para investidores pois não atribuem responsabilidades diretas a esse tipo de sócio. Por isso, antes de optar pelo tipo de empresa e regime societário, vale considerar todas as opções e escolher de forma estratégica.

Formalização do negócio

Promover o registro correto da empresa nos órgãos competentes, bem como, obter todas as licenças necessárias para a regularidade do negócio são aspectos que passam despercebidos por muitos empreendedores. Formalizar seu negócio, além de evitar o fracasso, evita a aplicação de sanções como multas pelos órgãos de fiscalização e minimiza a sua carga de impostos, já que atuando de forma autônoma o percentual do recolhimento é bem maior.

Muitos empreendedores acabam não formalizando seu negócio, pois acreditam que o processo é burocrático e caro. Porém, hoje a legislação dispõe de uma série de formatos, facilitando a regularização especialmente dos micro empreendimentos, que dispõe de benefícios e facilidades. Quem monta um negócio e não regulariza sua situação possui grandes chances de fracassar.

Contratos

Além de formalizar seu negócio, por meio dos registros necessários, e buscar as licenças e autorizações para o funcionamento da empresa; o empreendedor também precisa formalizar sua relação junto à fornecedores, parceiros e até colaboradores. Esse tipo de precaução auxilia no correto recolhimento de impostos, evita problemas com a justiça e traz mais segurança para o dia a dia da empresa.

Antes muitos empreendedores acreditavam que a elaboração de contratos era algo complexo e, por isso, acabavam negligenciando essa providência. Hoje, no entanto, isso não é mais um problema para as empresas, já que estão disponíveis no mercado serviços online de elaboração de contratos que podem atender as mais diversas necessidades.

Desde que sejam elaborados por especialistas com conhecimento jurídico, os modelos de contratos podem trazer excelentes benefícios especialmente para os pequenos e médios negócios.

Ações de marketing e registro da marca

Muitas empresas acabam fracassando por não realizam ações essenciais para se manterem forte no mercado. Tanto as ações de marketing, quanto o registro da marca servem para garantir a presença junto aos seus consumidores e proteger a imagem da empresa.

Hoje com a internet, mesmo os pequenos negócios dispõem de boas ferramentas para promoverem a empresa com poucos gastos, como é o caso do marketing digital.

Da mesma forma, até os pequenos negócios devem se preocupar com o registro da marca desde o início, já que este é um ativo importante para a empresa e, justamente por isso, precisa ser protegido.

A falta de conhecimento somada a falta de planejamento é uma combinação letal para muitas empresas. Por isso, vale a pena realizar medidas e investimentos que poupem o empreendedor e seu negócio da frustração do fracasso. Lembre-se que, por mais trabalhoso que seja, o planejamento é capaz de evitar muita dor de cabeça ao empreendedor e possibilita mais durabilidade ao negócio.

Gostou dessas dicas? Você precisa de contratos para a sua empresa que sejam elaborados por especialistas? Conheça alguns dos serviços da Contrato Express que podem ajudá-lo na viabilidade do seu negócio.

empresariofracassado

Escrito por: Alexandre Rodrigues

Fazer o seu contrato é fácil e rápido, comece agora!

Tem alguma dúvida?

Seu e-mail não será publicado ou compartilhado.